Tuesday, November 18, 2014

[Ichthyology • 2014] Hirtella carinata • A Remarkable Sexually Dimorphic New Genus and Species of Neoplecostomine Catfish (Siluriformes, Loricariidae) from a Coastal Drainage of Eastern Brazil


Hirtella carinata
 Pereira, Zanata, Cetra & Reis, 2014

A new neoplecostomine genus and species is described from headwater tributaries of the lower Rio Pardo basin, a coastal drainage in Bahia, eastern Brazil. Hirtella carinata is a small loricariid with a maximum standard length barely reaching 50 mm. The new genus and species are diagnosed among all other loricariids by a unique, remarkable pattern of sexual dimorphism in which adult males have five conspicuous longitudinal rows of bristle-like hypertrophied odontodes on the head and along the lateral dermal plates of the body. Hirtella is further distinguished from most loricariids by the anterior position of the pelvic fin, which originates in a vertical anterior to the nuchal plate, and by the possession of an elongate keel formed by 15–17 azygous plates along the mid-dorsal line between the dorsal and the caudal fins. Hirtella is additionally distinguished from other members of the Neoplecostominae by having a medium sized palatine splint, never reaching the anterior border of the nasal fossa. Phylogenetic analysis indicates that Hirtella is the sister taxon of Pareiorhina. The description of this new genus raises to six the number of currently recognized genera in the Neoplecostominae.

Um novo gênero e espécie de neoplecostomíneo é descrito das cabeceiras de tributários do baixo Rio Pardo, drenagem costeira da Bahia, leste do Brasil. Hirtella carinata é um pequeno loricarídeo que atinge quase 50 mm de comprimento padrão. O novo gênero e espécie são diagnosticados de todos os demais loricarídeos por um único e notável padrão de dimorfismo sexual, em que os machos adultos possuem um conjunto de odontódeos hipertrofiados na cabeça e ao longo das placas laterais do corpo que formam cinco linhas longitudinais evidentes. Hirtella é também distinguido da maioria dos loricarídeos pela posição anterior das nadadeiras pélvicas, que se originam em uma vertical anterior a placa nucal e pela presença de uma longa quilha formada por 15–17 placas ázigas na linha média dorsal, entre as nadadeiras dorsal e caudal. Hirtella é ainda distinguido dos outros membros de Neoplecostominae por ter o palatine splint de tamanho médio, nunca alcançando a borda anterior da abertura nasal. A análise filogenética atual indica que Hirtella é o táxon irmão de Pareiorhina. A descrição desse novo gênero eleva para seis o número de gêneros atualmente reconhecidos em Neoplecostominae.



Edson H. L. Pereira, Angela Zanata, Maurício Cetra, and Roberto E. Reis. 2014. A Remarkable Sexually Dimorphic New Genus and Species of Neoplecostomine Catfish (Siluriformes, Loricariidae) from a Coastal Drainage of Eastern Brazil. Copeia. 2014(4):673-681. DOI: 10.1643/CI-14-075

No comments:

Post a Comment